Segurança é um aspecto fundamental quando o assunto é desenvolvimento de softwares, vinculado ou não às metodologias ágeis. Para facilitar esses processos e elevar o nível de eficiência foi se consolidando o DevOps, um conjunto de práticas que primam por colaboração, liberação contínua, automação e transparência. Uma evolução nesta linha de trabalho para a segurança é o DevSecOps, mas você conhece seus benefícios?

Um passo necessário no DevOps e até intrínseco ao processo continuo, é a incorporação da segurança, denominada como disciplina DevSecOps. Esta tem como objetivo distribuir a segurança em todo o processo de liberação, o que é chamado de levar a segurança mais a esquerda, sendo assim, mais seguro e eficiente que seu antecessor tradicional. Ele traz inúmeros benefícios às empresas que o adotam, porém, antes de investir nessa abordagem, é preciso entender como aconteceu essa transformação e as diferenças de abordagens.

Hoje em dia, na abordagem colaborativa do DevOps, a segurança é uma responsabilidade compartilhada e integrada do início ao fim. Além de fazer isso, o DevSecOps formaliza políticas e automatiza algumas barreiras de segurança para evitar que o fluxo de trabalho de DevOps fique lento.

Como funciona a inclusão da segurança ao DevOps

DevSecOps

O DevSecOps representa uma abordagem de segurança integrada e, por isso, deve ser adotada em todo o processo de desenvolvimento, entrega e operação.

Para garantir seu máximo sucesso, é fundamental convidar as equipes de segurança a participarem das iniciativas de DevOps desde o início. Assim, há integração da segurança da informação, ajudando os desenvolvedores a criarem os códigos considerando sempre os pontos de segurança.

Devem ser compartilhados pontos como:

  • Insights;
  • Feedbacks;
  • Visibilidade sobre ameaças conhecidas
  • Orientações e guias especialistas

Neste processo, pode ser necessário um novo treinamento de segurança para os desenvolvedores e profissionais de TI. Além disso, devem ser respondidas algumas perguntas e resolvidos alguns sintomas e problemas no processo de implantação do DevOps.

Resumidamente, o DevSecOps oferece automatização pela integração de ferramentas que compõem ciclos de vida de:

  • Desenvolvimento;
  • Repositórios;
  • Testes e validações;
  • Monitoração e recuperação;
  • Ferramentas de construção automatizada;
  • Sistemas de gestão de projetos ágil;
  • Plataformas de colaboração.

 Como a automação pode ajudar a implementar o DevSecOps

Para uma boa implementação do DevSecOps, é essencial investir em algumas ações:

  • Manter os ciclos de desenvolvimento curtos e frequentes;
  • Integrar as medidas de segurança com mínima interrupção das operações;
  • Acompanhar o ritmo das tecnologias inovadoras (como contêineres e micro serviços);
  • Estimular a colaboração entre equipes que trabalham isoladas.
  • Equacionar atividades de segurança em todo o fluxo de valor

Sabemos que essas tarefas são muito complicadas para grande parte das organizações e, para ajudar neste momento, surge a automação. Toda automação exige uma definição estratégia e analise das vulnerabilidades mias críticas, como direcionamento prioritário de esforços.

Vale a pena analisar todo o ambiente de desenvolvimento e operações, avaliando, por exemplo, repositórios de controle de fontes, registros de contêineres, pipeline de integração e implantação contínuas (CI/CD), automação de orquestração e lançamento, gerenciamento de interfaces de programação de aplicações (APIs) e gerenciamento/ monitoramento operacional.

As novas tecnologias de automação ajudam organizações dos mais diferentes portes a adotarem com sucesso práticas de desenvolvimento mais ágeis e seguras, como o DevSecOps.

Atualizando o DevOps com DevSecOps

DevSecOps

Já vimos que o DevSecOps representa uma mudança de cultura dentro das equipes de desenvolvimento, que passam a considerar a segurança em todos os aspectos de desenvolvimento, liberação e operação.

Sua adoção traz alguns desafios, pois exige um pensamento rígido em segurança por parte do desenvolvedor. Por isso, é importante introduzir uma mudança radical de pensamento no processo de desenvolvimento – todos os envolvidos devem entender que segurança é um dos componentes mais importantes no desenvolvimento de aplicações, de sustentação de ambientes, de suporte das soluções.

Organizações que já possuam um grau de maturidade em DevOps considerável entendem que a mudança precisa vir de dentro para fora. Como, então, fazer isso?

A resposta é: introduzindo Governança no processo de liberação e operação.

As equipes de governança e de desenvolvimento geralmente estão em desacordo sobre como o processo garantirá a segurança. Para resolver este conflito, é indicado utilizar ferramentas de orquestração, monitoração e verificação.

A introdução de critérios também pode ajudar governança e DevOps a atuarem em conjunto, garantindo que, quando for entregue, o código tenha passado por um processo estruturado, reduzindo a possibilidade de falhas.

Com a ajuda da governança, pode-se rastrear os eventos que merecem atenção durante todo o processo. Assim, as equipes de segurança podem auditar, monitorar e orientar o progresso ao longo do ciclo de vida.

Microsserviços e Contêineres também são importantes na incorporação do DevSecOps em DevOps.

Com o seu uso cada vez mais constante em uma estrutura, e com a facilidade com que eles podem ser criados, eleva-se exponencialmente também a superfície de ataque e os riscos.

Por isso, uma das recomendações inclui garantir que estes novos serviços e contêineres sejam levados ao processo de validação, assim como os códigos. Este processo de validação de segurança deve sempre ser acompanhado de um monitoramento constante, para identificar qualquer possibilidade de falha e exposição a vulnerabilidades.

Evoluir de uma abordagem de DevOps para DevSecOps é uma maneira de gerar uma aplicação mais segura, por meio da integração entre os envolvidos, que ficam responsáveis por levantar requisitos, construir, testar e entregar uma aplicação.

Treinamentos DevSecOps Essentials e DevSecOps Advanced

Não perca tempo e leve o DevSecOps para a sua organização! Temos dois cursos ótimos para você que quer se tornar um especialista no assunto:

DevSecOps Essentials orientado a todos os profissionais de TI para um nivelamento conceitual e engajamento das atividades de cada especialista no contexto da Segurança em DevOps.

Saiba mais

E o curso DevSecOps Advanced focado na formação dos especialistas da segurança da informação em TI no universo DevOps.

Saiba mais

Leave a Reply